Dar o primeiro passo no marketing digital é uma tarefa difícil e requer paciência, pois demora um certo tempo até o seu site ganhar alguma relevância e todo planejamento de mídia que foi feito começar a dar retorno.

Mas depois que o seu negócio começa a engrenar o retorno é alto e permanente, mas até esse cenário chegar, é necessário investir em outros meios, é aí que a compra de mídia entra em ação.

A vantagem da compra de mídia online é que, ela auxilia a empresa a conseguir bons resultados em curto prazo, dando fôlego para os investimentos que foram realizados para ter retorno a longo prazo.

Então sem mais delongas, nesse post vamos falar detalhadamente sobre 5 alternativas de compra de mídia que irão trazer resultado rapidamente para a sua empresa.

Google Adwords – Rede de pesquisa

A rede de pesquisa foi a primeira opção de compra de mídia do Google e também é o seu carro-chefe. Atualmente existem outras formas de compra de mídia no Google, a rede de pesquisa e o Display (falaremos dele logo mais).

Mas o que você precisa saber da rede de pesquisa é que ele trabalha com anúncios por palavra-chave. Funciona basicamente da seguinte forma, você patrocina uma ou mais palavras-chave (essa palavra-chave tem que estar relacionado com a sua empresa), e toda vez que alguém procurar por essa palavra-chave no Google, o anúncio que você criou irá aparecer para o usuário nas primeiras opções do resultado de pesquisa.

Google Adwords – Rede display

O Google display tem um objetivo diferente da rede de pesquisa. Nesse caso a compra de mídia não é nos resultados de busca, mas em compra de espaços nos sites parceiros do Google onde você insere banners.

A rede display não tem o mesmo impacto pois ele não resolve claramente um problema como no caso da rede de buscas. Porém, ele oferece uma opção de compra de mídia bem interessante: o remarketing.

Explicando de forma simples, o remarketing é direcionado para os visitantes que visitaram uma determinada página. O objetivo dela é trazer de volta o visitante que possa estar interessado em uma nova promoção ou aquele visitante que não concluiu uma compra.

Facebook Ads

Em termos de compra de mídia o Facebook tem uma desvantagem em relação ao Google: geralmente as pessoas não vão nas redes sociais para procurar por soluções de problema, mas para interagir com as publicações de amigos e etc.. Por isso a taxa de conversão costuma ser menor no Facebook.

Porém a quantidade de usuários ativos e as informações que eles fornecem para o Facebook, permite fazer anúncios bem segmentados aumentando o engajamento. É possível encontrar o perfil de público que a sua empresa procura com um custo baixo.

Site de anúncio e plataforma de afiliados

Para quem busca outras alternativas além do Google e Facebook existem opções de site de anúncio e plataforma de afiliados. Os mais conhecidos nesses ramos são o Boo-box e o Lomadee.

Ambas trabalham com compra de mídia da mesma forma que o display do Google e podem ser ótimas opções para quem tem interesse em investir mais e não ficar refém do plano de leilão oferecido pelo Google.

Compra de mídia por contato direto com o veículo

Alguns veículos de comunicação oferecem seu próprio espaço para compra de mídia como por exemplo o portal UOL, Terra, R7, Globo.com,  Top Guarulhos e em outros lugares há a opção de media kit.

O interessante desses exemplos é que você pode negociar diretamente com o canal e se o site for do mesmo nicho que o da empresa você irá garantir um ótimo retorno sobre investimento.